COMO CONTROLAR OS CUSTOS DO SEU NEGÓCIO – PARE DE PERDER DINHEIRO!

Saber com precisão os custos do negócio, quanto a empresa gasta e em qual área, ajuda o empresário a tomar decisões acertadas e até lucrar mais.

A gestão ou controle de custos costuma ser negligenciada por muitos empresários, que têm dificuldade em colocar os gastos no papel.

Mas, de acordo com o analista do Sebrae Minas Lucas Jacob Lemos, isso é muito importante: garante que os gastos estejam sempre adequados ao tipo de negócio, mantém a produtividade em níveis aceitáveis e permite que empresa reaja aos riscos e oportunidades do mercado.

“Quem não tem domínio sobre os custos do negócio está sujeito a situações desfavoráveis que podem levar ao fechamento da empresa”, afirma.

Para fazer o controle, o primeiro passo é saber com precisão o que foi gasto e em que foi gasto. Para isso, o empresário precisa fazer um registro detalhado. Em alguns casos, o velho e bom caderno ainda é uma boa ferramenta.

Em outros, será necessário usar o computador. Em seguida, deve-se usar as informações coletadas para saber com o que mais se gastou e o que é possível fazer para reduzir esse custo.

Nas empresas prestadoras de serviços, por exemplo, a principal atividade é a venda do trabalho (ainda que possa demandar o uso de materiais, produtos, peças, componentes, etc). Assim, o empresário precisará estar atento ao custo da mão de obra. 

A maioria das empresas prestadoras de serviços tem uma particularidade quanto aos custos totais: alguns gastos só acontecem quando os clientes solicitam serviços. Por isso, os especialistas recomendam uma separação dos valores gastos em:

Custos do serviço

Quanto é gasto somente para executar os serviços solicitados pelo cliente. Aqui se encaixam os gastos com mão de obra e com material aplicado (peças, produtos, componentes, etc.).

No caso da mão de obra, são considerados: salário bruto, encargos sobre salários (férias, 13º salário, FGTS, INSS, rescisões trabalhistas, etc.), benefícios (vale-transporte, cesta básica, assistência médica, etc.), uniformes e equipamentos de segurança e treinamentos.

Custos das despesas fixas

Valores gastos com o funcionamento da empresa, isso é, a estrutura montada para prestar os serviços. Os gastos mais comuns nesse caso são:

  • Aluguel, IPTU,
  • Salários fixos e encargos sobre salários,
  • Contas de telefone, água, gás e energia elétrica;
  • Pagamento do contador (inclusive 13º, se estiver acertado assim);
  • Material de escritório (notas fiscais, impressos, etc.);
  • Manutenções do prédio, de equipamentos, do maquinário e veículos;
  • Propaganda (ainda que feita só de vez em quando);
  • Consumo de combustível e pedágios;
  • Despesas bancárias.

Custos das despesas variáveis

Valores gastos quando se realiza a venda de serviços. Normalmente, são considerados como despesas variáveis os impostos sobre a venda e a comissão de vendedores, caso essa seja uma condição existente na empresa de serviços.

Também é preciso avaliar os valores gastos em função do valor da venda e considerá-los como despesas variáveis. Por exemplo: taxa de administração sobre as vendas realizadas por meio de cartões de crédito, comissão de franqueadoras, etc.

Assista ao vídeo Fluxo de Caixa e Orçamento e aprenda a controlar os custos do seu negócio

Aprenda a utilizar o Fluxo de Caixa, como ferramenta de apoio à gestão financeira, e a calcular a necessidade de capital de giro de sua empresa.

Fonte: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/mg/noticias/como-controlar-custos,6a67ced89062b510VgnVCM1000004c00210aRCRD

DICA DE MESTRE – INVISTA EM CONHECIMENTO

Se você acompanha o EmpreendedorLAB já sabe que sempre repetimos essa dica: INVISTA EM CONHECIMENTO

Analisando a história de grandes empreendedores você verá que em algum momento de suas trajetória o conhecimento foi fundamental para o sucesso de seus negócios.

Investir em conhecimento é apontado por especialistas em empreendedorismo como o melhor investimento para o seu negócio ter sucesso.

conheça os cursos de empreendedorismo na página de cursos do EmpreendedorLAB.

cursos de empreendedorismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *